18 fevereiro 2018

Significado....


         Nada tem qualquer significado a não ser o significado que eu lhe dou.

Neale Donald Walsh


17 fevereiro 2018

Brasão da cidade de Coimbra

Painel de azulejos - claustros do palácio da Justiça de Coimbra 

De todas as versões que as armas coimbrãs suscitaram na imaginação dos mais variados autores, a mais divulgada seria a que foi formulada por Frei Bernardo de Brito na Monarquia Lusitana. Segundo aquele autor, Ataces, rei dos alanos, estando a edificar a cidade de Coimbra, foi atacado por Hermenerico, rei dos suevos, que procurava vingar-se das derrotas sofridas. O combate foi feroz, tendo Hermenerico sido de novo vencido e perseguido. Obrigado a implorar a paz, oferece a mão de sua filha, Cindazunda, ao rei vencedor, que, encantado com a formosura da donzela, a aceitou. Fundada a cidade, no seu brasão ficou eternamente a memória dos factos, representando a figura feminina a princesa, simbolizando a taça as bodas, enquanto o leão personifica Ataces e o dragão Hermenerico, que por amor de Cindazunda passaram de inimigos a aliados. Certo é que esta versão tem sido a mais glosada e seguida nas mais variadas formas

16 fevereiro 2018

Novo Ano!!!





Inicia hoje o novo ano chinês. O ano do cão.
O Calendário Chinês é um calendário Lunissolar que se baseia no ciclo anual do Sol e no ciclo regular das fases da Lua.

Este ano Yang será tónico, mais orientado para a vida social, a partilha, a justiça, os valores.

Todos os signos serão presenteados com várias mudanças, tanto sentimentais, como profissionais. O lar, a família, o bem-estar e a equidade serão valorizados todo o ano. Mas, é necessário ter cuidado com algumas surpresas que poderão ocorrer.

O “Cão” é justo e corajoso, não deixará ninguém pisar o risco e não respeitar as regras, nem mesmo as pessoas mais poderosas.


Tigre

Um ano fabuloso

Próximo ano do Tigre: 2022



Será um ano prodigioso pois é amiga do “Cão”. Com este apoio conseguirá alcançar as suas metas, com a estrelinha da sorte sempre presente.

As viagens serão uma constante, assim como as saídas entre amigos. Siga o seu instinto e não terá razões para se preocupar.

Ambiciosa, corajosa, independente e aventureira, adora sensações fortes.

Com uma verdadeira autoridade, viverá um ano do Cão, como prefere, repleto de competição. 

Profissional e financeiramente tudo correrá pelo melhor e conseguirá realizar objetivos.

Contudo, poderá ter algumas contrariedades na sua vida pessoal.


Ora parece que o meu ano vai ser bom! 
Com contrariedades mas pronto. Melhor isso que tudo mau. 

15 fevereiro 2018

E que raio de coisa é essa?!...


Ciúmes
O que são os ciúmes afinal?
Quem sente?
Quando sente?
Porque sente?

De acordo com os psicólogos, ciúme é "a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade.". Provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas, a pessoa que sente ciúmes - sujeito ativo do ciúme -, a pessoa de quem se sente ciúmes - sujeito analítico do ciúme - e a terceira ou terceiras pessoas que são o motivo dos ciúmes - o que faz criar tumulto.

Casos mais leves podem ser tratados através da ajuda do parceiro, estabelecendo-se um diálogo franco e aberto de encontro com a reflexão sobre o que sentem um pelo outro e sobre tudo o que possa levar a uma melhoria da relação, para que esse aspecto não se torne limitador e perturbador.

Também num reforço da auto-estima e da valorização da auto-imagem.

E mais uma vez... Só estou a falar sobre isto, porque há algo sobre o qual não quero falar...

07 julho 2017

Relacionamentos fracassados constroem mulheres poderosas!



"Está aí uma questão interessante de se observar: você conhece alguém, se relaciona (acha até que está apaixonada), se entrega e na medida do possível até se esforça para que aquele relacionamento dure mais que uma bendita semana. Às vezes até que dura! Seis meses, um ano, dois… Uma vida!

Mas então, você chega a conclusão, depois de muito persistir que aquilo ali não dá mais, nada existe além do seu esforço hercúleo em fazer viver algo que já morreu faz tempo.

Pé na bunda, você na dele ou ele na sua e algumas semanas, meses, de sofrimento, panelas de brigadeiro e noites e mais noites sem dormir. As olheiras crescem, seu cabelo perde o brilho e o pijama passa a ser sua melhor roupa.

Mulheres são assim diante da mudança, do fim de algo em que apostaram e quiseram muito que desse certo. A gente sofre mesmo, despenteia, esperneia e chora. Chora muito. E, por muitas vezes, ainda nos pegamos pensando no que teríamos errado já que tentamos de todas as formas fazer com que aquele relacionamento fosse incrível!

Mas daí você não consegue, o outro não colabora e tudo fica um caos. Você vira um lixo, passa dias sentada à beira do abismo atacando um pote de sorvete. Estou mentindo?

Só que, graças a nossa força interior de ser mulher, renascemos tal qual Fênix das cinzas arrancando a carcaça velha com as próprias garras implorando por um novo horizonte, por um novo nascer de sol. Nos tornamos enfim, PODEROSAS!

Muitos criticam mulheres impactantes, determinadas e destemidas. Mal sabem essas pessoas que as mulheres marcantes de hoje são exatamente aquelas dóceis do passado que foram feridas, humilhadas e massacradas quando tudo que mais queriam era um amor, uma vida perfeita, sorrisos compartilhados.

Hoje, somos nós que fazemos as regras, nós que escolhemos, nós que dizemos “Não dá mais” “pra mim chega!” e nós que ocupamos cadeiras de salões de beleza buscando cuidar do que temos, nós que ocupamos cadeiras de teatro, cinema absorvendo cultura e nós que ocupamos cadeiras na política, nas empresas, na vida. Não passamos mais desapercebidas e, mesmo que choremos ainda nas madrugadas, no dia seguinte, renascemos tão mais belas quanto no dia anterior.

Nossos agradecimentos? Ah, esses vão para todos aqueles que nos fizeram sofrer, que nos rejeitaram ou negaram nosso amor. Um salve a essas pessoas, pois graças a elas, nos tornamos poderosas!"

Desconheço a autoria de texto. Até poderia ter pesquisado. Mas não o fiz. Para mim essa não é a parte importante.
Saber quem o escreveu, não é importante. O importante é a mensagem. Pelo menos, a mensagem que eu retirei.

Todos nós, mudamos.
Crescemos, endurecemos ou amolecemos ou retrocedemos no nosso crescimento, durante ou após o término de uma relação.
É inevitável!
Quer seja homem ou mulher, e apesar de na maior parte dos casos se dizer que não é nada, que não se passa nada, isso não é verdade. Não corresponde à verdade e todos nós sabemos.
Nós, humanos, não somos um muro inquebrável. Imutável.
E todos os que por nós passam levam um pouco de nós, mas também deixam. Por vezes mais do que o desejável ou suportável no momento.
A questão é que tudo passa. E aquilo que na altura parece que vai durar toda a eternidade, passa.
O tempo cura tudo, resolve quase tudo. Mas não muda o que passou. E isso é bom.
Uma vez disseram-me a melhor definição de experiência que eu já tinha ouvido.

"Experiência, é um dado adquirido momentos depois de se precisar dele."

E é graças à experiência, dado que a maioria de nós não conhece aprender com os "erros" dos outros, que não cometemos os mesmos erros vezes e vezes sem conta.

Os tempos mudaram. Os homens, e principalmente as mulheres de hoje, não são as mesmas de há anos atrás.
Não acreditam no mesmo de outrora e felizmente não se contentam com a "sorte que lhes calha".

Como uma vez me disse um colega de trabalho (homem)... "se as mulheres soubessem o poder que têm, governavam o mundo!".

Quem sabe não seria um mundo melhor....
Quem sabe um dia...

01 julho 2017

Esclarecimento!

Às pessoas que visitam este blogue (poucas!!), fica o esclarecimento....
Todas as publicações de autores citados, e todas sem excepção, apenas significam que gostei do texto publicado.
Nenhum dos textos que não sou eu que escrevo, significa algo ou alguma coisa da minha vida ou das minhas relações interpessoais.

30 junho 2017

Saudades



Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, eu sinto saudades...
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...
Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...
Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!
Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!
Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!
Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.
Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Clarice Lispector

18 fevereiro 2017

Amar é...



Amar é...
sorrir por nada e ficar triste sem motivos
sentir-se só no meio da multidão
o ciúme sem sentido
o desejo de um carinho
abraçar com certeza e beijar com vontade
passear com a felicidade
é ser feliz de verdade!

Albert Camus

14 fevereiro 2017

Dia de São Valentim ou um rebanho de cabras




Acordas de manhã e é dia de São Valentim.
Tens que te levantar e recomeçar a rotina da terça feira. Que é igual de segunda a sexta...
Mas hoje é terça. E é dia de São Valentim.
Há alguém com quem queres estar. Com quem deverias estar. Mas... Está longe. Não muito. O suficiente para que não possa estar junto.
A distância é tramada . Quanto mais longe estás mais diminui a ansiedade de ter. De ver.
Mas hoje é dia de São Valentim. E há alguém com quem devias estar.
Se a vida (lá vem ela novamente) fosse justa era lá que estarias.
São horas de sair da cama e ir com os cães à rua.... Tarefa que há muito se tornou um fardo. Algo que fazia com o maior gosto e vontade virou um tormento.
Enfim....
Saio da cama e recordo o nosso recente passeio ao Gerês. As quedas de água... E o rebanho de cabras!

29 janeiro 2017

Ela....




Ela é independente, quase sempre.
É vaidosa, mas nem sempre.
Ela é doce, com quem merece.
E é corajosa, de um tanto que te deixaria surpreso.
Ela é assim, mas costumava ser diferente.
Amanhã irá mudar, muito provavelmente.
Um e sessenta e tantos mistérios que você jamais vai decifrar.
Ela tem a mania de se assustar por motivos tolos e de demonstrar força quando o mundo ameaça desabar.
Ela tinha tudo pra ser triste, mas prefere viver sorrindo, e não é um sorriso qualquer.
As lágrimas, que costumavam ser frequentes, hoje parecem não ter mais a autorização para desabar.
E por falar em desabar, ela já perdeu o chão tantas vezes, que acabou aprendendo a flutuar.
Perdeu o teto e ganhou as estrelas.
Perdeu o medo e se apaixonou por si mesma.
Mas quem é que consegue não se encantar?
Tirar sua paz não é tarefa fácil....

Autor desconhecido

21 janeiro 2017


É tão difícil falar de amor quando se continua a amar e não se pode falar....

19 janeiro 2017

Momentos...




Existem momentos, pessoas e palavras que nos marcam.
Como o trocar de um beijo. 
Como sonhos que nos completam.
Como os medos que sentimos.... 

Simples palavras que expressam um sentimento. 
Pequenos momentos que nos mudam e nos tornam felizes...

Tu e só tu os consegues fazer existir.
Espero por ti... 
Talvez para sempre...
Por toda uma vida, neste sentimento que apenas sabe crescer... 

Adoro-te em cada palavra que te digo. 
Em cada segundo que me faz querer-te e em cada momento de prazer. 

E se tudo tiver que acontecer... que aconteça mesmo. 
Que dure para todo o sempre. 
Que seja mais forte que esta saudade que por ti sinto!...

Autor desconhecido 

17 janeiro 2017

Coragem... Ou a falta dela!



Encontrei este texto na net....
Falta a coragem...
Sim eu sei,  e sempre soube, que os assuntos devem ser esclarecidos para ficarem resolvidos.
Primeiro não consegui. Depois o orgulho falou mais alto. Agora não tenho coragem.
Não me sinto com coragem de entrar onde sei já não ser bem vinda....
Fica o texto.
Talvez um dia a coragem surja.
Seja como for.... Tarde já é!!





ASSUNTOS MAL RESOLVIDOS DURAM PARA SEMPRE…


Outro dia me peguei pensando em uma situação que ocorreu em minha vida e que nunca (até então) teve um fim.

Uma sensação, tipo, comecei a ler um livro incrível e de repente ele é tirado de mim sem que eu leia o desfecho, sem que eu conheça o final.

Resultado: quase 15 anos depois e ainda me lembro do fato. Sim, eu ainda me lembro como se fosse ontem e mesmo que eu tenha refeito minha vida, tenha conhecido outras coisas, lugares e pessoas eu ainda lembro. Por que eu lembro?

Lembro porque assuntos que não são resolvidos ficam pra sempre guardados em nosso coração e em nossos arquivos da memória.

Aquilo que ficou no ar e não foi resolvido fica pra sempre indo e vindo feito um pesadelo ou um alarme gritando: “você precisa resolver isso!

Você precisa saber qual a verdade! ” Mesmo que essa verdade, você me diga que nem te interessa mais. Mas daí você continua lembrando. Não esquece. Tem certeza que não interessa?

Mesmo que aquele momento não volte (porque não volta mesmo), mesmo que não exista uma incrível máquina do tempo que te leve de volta e te permita corrigir e terminar o que começou, você tem mesmo certeza que aquilo lá não te interessa? Que se pudesse ler e compreender as mensagens subliminares existentes em cada olhar ou tom de voz, será que você não faria diferente? Será que não encerraria aquele assunto ao invés de tê-lo te angustiando por anos?

Pois cá estou, refletindo ao ouvir uma amiga dizer: “já resolvi quase todos os meus assuntos inacabados” e me pus a pensar: “E agora? E quanto a mim que tenho tantos e não resolvi nenhum?”. O conselho que nos dão é que sempre podemos resolver algumas coisas, nem todas, mas algumas.

Claro que não poderei dizer a uma pessoa que já se foi que eu sempre a amei mesmo não dizendo vez alguma enquanto ela estava viva. Claro que eu não poderia retomar algo que se perdeu no tempo pensando que isso é a solução de todos os meus problemas. Claro que não.

Posso, talvez, fazer diferente hoje para que no amanhã eu não viva com esse fardo em minhas costas. Que eu possa dizer hoje o tanto que eu te amo, que não sei viver sem você ou te pedir aquela chance que meu orgulho não me deixou pedir.

Talvez hoje eu possa mudar tudo, talvez eu posso reconsiderar aquela ofensa e pensar que tudo que o outro queria era me ensinar ou me poupar de algo mais pra frente. Talvez hoje eu não deixasse de correr atrás dos meus sonhos, do meu amor, de minhas conquistas. Talvez eu pudesse acreditar mais em mim para que no futuro eu possa ser alguém bem mais leve de alma e com o coração em luz.

Faça diferente dessa vez e não carregue nunca marcas de assuntos que podem te assombrar uma vida inteira por não terem sido resolvidos.

CRIS SOUZA FONTÊS

Ansiedade!


Sabes o que é viver de ansiedade? É esperar que a porta se abra e traga o abraço que afaga a saudade.

Sabes o que é viver de ansiedade? É esperar um tempo que não chega, no palpitar da vida em horas mortas.

Sabes o que é viver de ansiedade? É esperar que os meus e os teus lábios se encontrem.

Sabes o que é viver de ansiedade? É pegar na chave e ir ao teu encontro...

Abres a porta?

21 dezembro 2016

Estamos aqui de passagem.


"Aprendi que Amores eternos podem acabar em uma noite.
Que grandes amigos podem se tornar grandes inimigos.
Que o amor sozinho não tem a força que imaginei.
Que ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno.
Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal, gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos.
Que os poucos amigos que te apoiam na queda, são muito mais fortes do que os muitos que te empurram.
Que o "nunca mais" nunca se cumpre, que o "para sempre" sempre acaba. Que minha família com suas mil diferenças, está sempre aqui quando eu preciso.
Que ainda não inventaram nada melhor do que colo de Mãe desde que o mundo é mundo.
Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo.
Que vou cair e levantar milhões de vezes, e ainda não vou ter aprendido TUDO."
Estamos aqui de passagem..

William Shakespeare