02 maio 2018

O acaso. Ou talvez não...


Pelas mãos da "Maria Eu" descobri "Miss Smile" e a frase de introdução do seu blogue "O acaso dá-nos o primeiro verso...."
Nunca tinha pensado nisso. 
Nunca tinha pensado no acaso como fonte de inspiração para um texto.
Miss Smile tem razão. Tudo o que nos rodeia é susceptível de ser contado. Por vezes (quase sempre!) a dificuldade é saber por onde começar.

O domingo à tarde provoca em mim uma ansiedade e angústia que pode estragar todo o fim de semana. Por isso, e por prevenção, resolvi ir para a varanda mudar plantas de vasos,varrer e reorganizar. Talvez não seja altura de mudar as plantas de vasos, mas era uma questão terapêutica e, tinha mesmo de ser!

Confúcio disse "escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia da tua vida".


E pronto, missão cumprida... 

18 abril 2018

Devaneios ou sol a mais na tola...




Isto de passar o mês inteiro 
à espera do dia de receber o ordenado 
tem que acabar!
É pior que esperar pelo fim de semana....
Proponho uma alteração. 
Receber o ordenado todas as sextas feiras. Pronto.
Para não criar constrangimentos 
e mais alterações, o valor pode ser igual ao valor mensal. 
Eheheheh


05 abril 2018

Coisas de que gosto... 2


Há já algum tempo que ando para falar sobre a minha mania de tirar fotografias.
Não tenho nenhuma máquina fotográfica (com muita pena minha!), mas tenho um telemóvel que não sendo essa a sua função, até tira umas fotos engraçadas.
Há coisa de um ano, depois de ter novamente reaberto conta no Facebook, chateei-me com aquilo. Achei por várias vezes que a aplicação era demasiado intromissiva na minha vida pessoal. E várias vezes irritei-me com comentários inapropriados nas minhas publicações.
Pronto. Resolvi eliminar a conta (desta vez nem a suspendi!)
Realmente foi a melhor coisa que fiz.
Mas agora tinha um "problema". (creio que o "problema" fui eu que criei porque não tinha nada para fazer! Eheheh)
Ok. Agora... Tinha fotos... Por vezes muitas, de que eu gostava, e não tinha ninguém a quem mostrar.
E foi então que me falaram no Instagram. E eu fui experimentar!
Não vou dizer que é a melhor aplicação de sempre, nem que é perfeita. Mas é perfeita para o que eu pretendo. Publicar as fotografias que vou tirando.
Não é maçadora com publicidade, nem tem os comentários por vezes extensos do Facebook, e vejo apenas o que quero. Fotografias!
Fica o convite para virem visitar o meu instagram

Espero que gostem, mas se não gostarem, amigos na mesma! Não o faço por mais ninguém que não eu. 😋

04 abril 2018

About today...








Pronto. Não acabou como esperado. Furo a meio do caminho valeu uma hora e quarenta de caminhada 😄

03 abril 2018

Domingo de Páscoa


No domingo passado foi domingo de Páscoa. Ainda assim foi um domingo como outro qualquer. E como nos outros domingos o meu chiquilin, que agora diz ser uma chinchila, aborrece-se de estar em casa.
Havia uma aragem mas como até nem chovia... Fomos dar uma volta de bicicleta.
Capacetes na cabeça e óculos por causa dos mosquitos, luvas para não magoar as mãos (delicados nós! Eheheheh) e lá vamos nós para uma volta à beira rio.
Fica a foto para recordar o dia... Mais um passeio



PS. como fui "lembrada" no comentário abaixo... Falta a foto das flores que os rapazes apanharam no castelo. Duas papoilas.

23 março 2018

Once in a lifetime...



Once in a lifetime you find someone that was made specifically for you.
Everything in the cosmos indicates that, that person is the ONE. And then you try with all your strength not to disappoint cosmos, your self and that person. But trying to much sometimes is.... to much.
We forget that we are only humans and humans are imperfect by nature.
Sometimes we just expect to much...
We criticize to much.
And mainly, we forgot ours qualities. Ours unmatched!


Les choristes


Do filme "les choristes"
Interpretação do coro juvenil e coro misto, acompanhado pela orquestra do conservatório de música de Coimbra







16 março 2018

All by your self?!


Credits on peopleware

When the world turns his back on you, turn your back on the world.

15 março 2018

Porque me apetece!



Num comboio entram dois mendigos. Ao sentarem-se um deles repara num padre sentado num outro banco, engessado num braço e numa perna. Pergunta esse para o outro :
- Olha lá, porque é que o padre estará assim?
- Sei lá! - responde o outro - Vai perguntar-lhe!
O primeiro, um pouco envergonhado dirige-se ao pároco e pergunta :
- Bom dia senhor padre, desculpe a minha pergunta mas, como é que ficou assim?
Responde-lhe o pároco:
- Ai meu filho nem queiras saber a desgraça que foi! Eu ia a entrar para a banheira, escorreguei e parti o braço e a perna.
- Ah - responde o primeiro mendigo - As melhoras senhor padre! - diz ele voltando para o banco.
- Então? - pergunta o segundo mendigo.
- O senhor padre diz que escorregou na banheira e partiu o braço e a perna... Olha lá. O que é uma banheira?
- Mas como é que tu  queres que eu saiba! Eu nunca fui à missa!!


Esta era a única anedota que o meu primo Tó contava quando éramos miúdos e nos encontrávamos em casa dos avós. Mas contava de uma forma tão cómica que mesmo após a ouvirmos 10 vezes, continuámos a rir.

14 março 2018

Doubt....

The hundredth publication 



I'm stuck here with a huge doubt... 
Where the hell is spring?
Hum?? 

12 março 2018

Porque gosto de andar de carro...




Gosto de andar de carro pelas paisagens. Vejo sempre coisas novas, por vezes mesmo em sítios onde já passei diversas vezes.
Gosto de andar de carro porque tenho tempo e oportunidade de pensar. Em tudo e por vezes em nada.
Gosto de andar de carro porque posso ouvir música sem mais nada que me distraia da música.
Gosto de andar de carro porque temos oportunidade de conversar. Afinal de contas, enquanto a viagem dura ninguém vai a lado nenhum!


No sábado precisei de ir a Lisboa. Foi uma daquelas viagens relâmpago. Dez horas depois estava de volta. O motivo não foi agradável mas era algo que precisava fazer.
Durante a viagem "assaltou-me" uma questão. Já tinha pensado sobre o assunto mas confesso que não perdi muito tempo na altura. 


Um dia (depois de lá ter ido um milhão de vezes!), reparei que o portão de acesso à igreja matriz fica na lateral da entrada principal. Achei estranho. Era a primeira vez que reparava nisso. Mas não liguei.
Quando ia no carro, no sábado, ao passar na autoestrada ao lado de uma igreja muito bonita que fica no cimo do monte, por cima dos campos do Mondego, recordei-me da porta da igreja matriz e do portão lateral. Coloquei a questão e como não obtive resposta resolvi pesquisar. Se há coisa fantástica é a Internet. Tem de tudo e posso escolher o que me apetece ver/ler.
E eis que... "No Ocidente, a orientação dos templos decorre das normas das Constituições Apostólicas, (Livro II, cap. 57, na edição de Pitra) colecção de preceitos litúrgicos onde aparece, pela primeira vez, uma regra que ordena ao sacerdote para se voltar para Oriente quando consagra o pão e o vinho.
Desde então começaram a surgir igrejas orientadas com a fachada principal voltada para Oriente e a ábside, que contém o altar-mor, para Ocidente. Foi com esta orientação que se construiu a basílica de S. Pedro, em Roma. Era a mais apropriada para se cumprir aquele preceito litúrgico: o sacerdote, no altar, à entrada da ábside, celebrava de face para o povo, virado para Oriente. E, nesta posição, é que celebrava o rito da consagração. "

A viagem foi "um instante" e de agora em diante já sei qual o simbolismo da orientação das igrejas.
Uma vez li que não importa a viagem. Importa com quem se viaja. E é bem verdade. Tenho a melhor companhia do mundo!




10 março 2018

O ciclo...



O ciclo da vida.
Todo o mundo é composto de mudança.
Mudam as estações. Do ano e dos seres vivos.
Tudo é mudança. E se não muda é porque não está vivo.
Há coisas que acabam e recomeçam e outras em que apenas vemos o fim.
Aprendi que não adianta "remar" contra, e que por vezes a felicidade surge na aceitação do que, mesmo não entendendo, não podemos mudar.
Todas as estações têm o seu encanto. Desfrutar delas enquanto existem é o grande desafio.

04 março 2018

Inverno



Quando o inverno chega, chegam também os dias menos bons. Dias frios, cinzentos, com vento e chuva. Dias em que só apetece sofá, manta, chocolate e chá.
Bolas já está a acabar o fim de semana ... Posso repetir por favor?! 

27 fevereiro 2018

Neve ou um frio de rachar






E já que parece estar um friozinho que não se aguenta.... Fica uma foto fresquinha.
Pois não é cá, neste pequeno rectângulo à beira mar plantado.
Foto tirada num outro rectângulo plantado no meio do mediterrâneo....
Ora vejam lá!


23 fevereiro 2018

Paredes...





E por que as paredes têm ouvidos, o melhor é ir ali contar aos sete ventos o que sei.
Fui...